Na Mira – A dança intensa do GEDA, de Maria Waleska

Rede Social

INTENSOS

Quase na hora de iniciar o espetáculo de dança no Largo do Centro Cultural na noite de hoje, o Paulo Amaral perguntou à Maria Waleska: e se chover. como procedemos? Ela nem pensou e respondeu com firmeza: não vai chover. A essa altura já caíam os primeiros pingos. A bela apresentação da invernada do CTG Farroupilha, campeã do “Desafio” que emocionou os alegretenses, foi com guarda-chuvas sendo abertos na plateia. Aplausos entusiasmados.
Mas assim que entrou no palco a GEDA Cia de Dança Contemporânea e inciou a apresentação de Verde (In)tenso nenhum pingo mais caiu. Como se até o céu ofertasse uma trégua pra beleza desconcertante do espetáculo apresentado essa noite em Alegrete.
Maria Waleska é assim: Maria Waleska mesmo. Seria surpreendente se não surpreendesse. Aquela que constrói mesmo desconstruindo, sejam paradigmas, sejam conceitos, sejam preconceitos… Uma “louca de cara”, como bem diz a canção do Ramil que dá a assinatura final a tudo o que foi ali representado em movimentos de corpo e em fragmentos de textos na medida exata: “a imensidão do nosso pampa, a velocidade dos ventos, planícies e vastos campos”…
Não sei como seria se chovesse.
Sei como foi.
E, comovido, fui em direção ao carro.
Já chovia…

* Mais um salve ao Sesc!

Paulo Amaral, Maria Walkeska Van Helden e Paulo Berquó

 

Público protege-se da chuva que ensaiava os primeiros pingos

 

Invernada do CTG Farroupilha arrancou aplausos com a coreografia vencedora do Desafio Farroupilha da RBS

 

As lendas gaúchas, sob a visão de Simões Lopes Neto, no largo do CC

 

Verde (In)tenso provoca reflexões e emociona

 

Coreografia do GEDA Cia de Dança Contemporânea arrebatou a plateia

 

O Pampa apresentado por um ponto de vista questionador

 

A arte da dança sempre encontrou guarida em Alegrete

 

Nem com a ameaça da chuva o público arredou o pé

 

Nossa gente, nossa arte!

 

Fotos: Paulo Amaral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *