Na Mira

Rede Social

Intensos

Quase na hora de iniciar o espetáculo de dança no Largo do Centro Cultural na noite de hoje, o Paulo Amaral perguntou à Maria Waleska: e se chover. como procedemos? Ela nem pensou e respondeu com firmeza: não vai chover. A essa altura já caíam os primeiros pingos. A bela apresentação da invernada do CTG Farroupilha, campeã do “Desafio” que emocionou os alegretenses, foi com guarda-chuvas sendo abertos na plateia. Aplausos entusiasmados. Mas assim que entrou no palco a GEDA Cia de Dança Contemporânea e inciou a apresentação de Verde (In)tenso nenhum pingo mais caiu. Como se até o céu ofertasse uma trégua pra beleza desconcertante do espetáculo apresentado essa noite em Alegrete.Maria Waleska é assim: Maria Waleska mesmo. Seria surpreendente se não surpreendesse. Aquela que constrói mesmo desconstruindo, sejam paradigmas, sejam conceitos, sejam preconceitos… Uma “louca de cara”, como bem diz a canção do Ramil que dá a assinatura final a tudo o que foi ali representado em movimentos de corpo e em fragmentos de textos na medida exata: “a imensidão do nosso pampa, a velocidade dos ventos, planícies e vastos campos”…Não sei como seria se chovesse.Sei como foi.E, comovido, fui em direção ao carro.Já chovia…

Mais um salve ao Sesc! 🙂

Com Maria Waleska

Poe em fotos

Com meu amigo Paulo Amaral, parceiro inestimável de ativismo cultural, conferindo a  Exposição Fotográfica do espetáculo Celebração Noturna para Edgar Allan Poe, encenado pelo Ponto de Cultura Coletivo Multicultural de Alegrete. Fica a dica. A mostra está no átrio do CC, de segunda a sexta, das 8h às 21h. Realização do Sistema Fecomércio/Sesc

Com Paulo Amaral

III Alegrete Rap City

O III Alegrete Rap City está se criando. Essas duas grandes figuras da cena foram ao nosso Gabinete amarrar algumas  pontas. Valeu, Andreu Oliveira e Pedro Gabriel. E um salve ao Éric Custódio (foto à direita) que por estar em aula não pode comparecer. Mas articula junto. O evento está marcado para o dia 26 de novembro próximo, um domingo, das 15:30h às 21h a rapaziada colará no largo do Centro Cultural para batalhas culturais, quando rimarão sobre os mais diferentes temas contemporâneos. Rap é atitude.

Andreu Oliveira e Pedro Gabriel

 

Com Éric Custódio

Os “Primos” não estão pra brincadeira

Essa rapaziada promoveu em sequência nada menos do que três festas consecutivas. Numa delas trouxeram os emblemáticos rappers da 1Kilo e lotaram o Juventude. Os “Primos” mostraram que não estão pra brincadeira. Satisfação total essa parceria. Sigamos em frente!

Ricardo Pereira, Paulo Henrique (PH) e Matheus Zacarias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *