Gestão Empresarial – A Gestão de Empresas e o Labirinto Tecnológico

Rede Social

Adm. Ruth Dornelles *

Somos locais e somos universais, assim como estamos enraizados em nossas atividades fisicamente presentes, estamos envolvidos intelectualmente no mundo através da tecnologia.

 

“As tecnologias têm papel fundamental no estabelecimento dos referenciais intelectuais e espaçotemporais das sociedades humanas; isto é, todas as formas de construção do conhecimento estão estruturadas em alguma tecnologia”. (Pierre Levy)

 

Pierre Levy é um filósofo contemporâneo, reconhecido pesquisador das tecnologias da inteligência, é dele a frase acima que sem sombra de dúvida nos transmite com segurança que vivemos em uma época de velocidade tecnológica.

Análogo a este pensamento considero que estes avanços trouxeram consigo tanta diversidade e inovação formando assim um labirinto de tecnologias.

Talvez a maior dificuldade para as empresashoje, sejaa incorporação de tecnologias dentro do negócio e com ela a disseminação da cultura tecnológica.

É fácil identificarmos empresários com seus smartphones, Iphones, automóveis digitais, eletrodomésticos que só faltam falar, alguns realmente falam, e uma série de produtos e informação disponíveis, e ao mesmo tempo dentro de suas empresas, processos manuais, morosos, inseguros, de alto custo, sem indicadores, ou monitoramento.

Com certeza é apenas uma questão de tempo o “quando vai acontecer” para a virada tecnológica, e não “se um dia acontecer”. É inevitável, quem vai sobreviver neste novo mundo, veloz, conectado, integrado e extremamente rápido, serão aqueles que estão presentes e realizando negócios inteligentes.

Do empresário individual a empresa de capital aberto, todos indistintamente estão sendo afetados e tendo que rever seus processos no novo mundo da gestão integrada e conectiva, seja na Gestão Privada ou na Pública, estamos todos sendo revirados e remexidos, impulsionados para a evolução digital, um caminho sem volta.

Estamos nascendo on-line, vivendo on-line e morreremos on-line!

Como ficam as relações? Elas estão passando por um processo gigantesco de modificação no seu comportamento, sendo a tecnologia o agente, o ator principal desta mudança, com seu processo de inovações, passa a influenciar e dirigir a forma como as pessoas se comunicam e fazem negócios. A internet modificou o comportamento e as relações significativamente, impactando na forma como as pessoas buscam o conhecimento e como aprendem, como as pessoas adquirem coisas, ou como se tornam visíveis compartilhando suas experiências.

Neste momento somos apartidários, críticas ou elogios, é ruim, ou bom, robotiza as pessoas, terminam com as relações, eliminam-se empregos e funções, o fato é que o avanço tecnológico é voraz e veio para ficar ou melhor para nos desconstruir, nos impulsionar para visualizar um mundo carregado de leds, cristal líquido, circuitos e dispositivos,  transforma a moeda em Bitcoins (moeda digital, criptomoeda), falamos com nossos familiares do outro lado do mundo e praticamente de graça, somos locais e universais, eis de fato os encontros e desencontros de gerações analógicas e digitais.

Entre tantos desafios, o mais difícil é manter-se atualizado, e ter a percepção de identificar quais ou qual tecnologia será mais adequada ao seu negócio.

Como nos atualizar em um cenário extremamente veloz, audacioso e voraz, com uma linguagem específica, cheios desoluções para todas as áreas e para todos os negócios, produção, finanças, recursos humanos, contabilidade, marketing, redes sociais, em todos os campos do conhecimento e todas áreas de atuação.

Ainda com todo este cenário, há uma transição, um caminho a percorrer, um gargalo ainda existente é o desenvolvimento de soluções customizadas e que atendam às necessidades dos empresários e dos processos de sua empresa, não é incomum, bem pelo contrário, a maioria das empresas tem dificuldade em “adequar suas necessidades em um sistema de informação”.

Afirmações do tipo “o sistema não funciona”, “não foi isso que pedi”, “adquiri o sistema e ele não corresponde às minhas necessidades”, E da parte dos desenvolvedores, “o pedido foi este” “está no contrato”, “não é erro é melhoria”, os usuários não sabem utilizar o sistema” e por aí vai…

Como operacionalizar neste ambiente, eis aí o labirinto título deste artigo, para onde ir, qual o caminho, se o caminho é errado, como voltar atrás e encontrar o correto, sem perder recursos, tempo e paciência.

Como otimizar meu negócio, como encontrar soluções neste labirinto de ofertas e que atendam ao meu negócio, como implantar uma cultura tecnológica dentro de minha empresa, como motivar e treinar minha equipe e transforma-la em colaboradores assertivos proativos e que possam estar presentes no desenvolvimento e crescimento da empresa.

Grandes dúvidas, grandes desafios, como manter-se atualizados, quando o obsoleto é palavra do dia! Ah isso não existe mais já está obsoleto, como e quando mudar e melhorar,

Para chegarmos a estas respostas, o primeiro passo é conhecer sua empresa, sua filosofia, quem é você e o que faz, qual o valor que você entrega para seus clientes, quem são seus clientes, o que eles buscam na sua empresa, por que não voltam mais, público alvo, aspectos culturais e econômicos.

Conhecer a empresa, seus processos, sua forma de trabalho, seus colaboradores, o perfil, de cada um e o mais importante quais as habilidades e competências queremos identificar naqueles que irão trabalhar conosco.

O processo de incorporação tecnológica em nosso negócio, deve começar com uma avaliação diagnóstica e estratégica, meus produtos e serviços, o mercado, o cenário que estamos inseridos, o local, o ambiente, a demografia, fatores culturais, ambientais, legislação, o cenário econômico, as atividades, as inseguranças, os desafios do próprio negócio devem ser levantados e estruturados.

É necessário transpor do imaginário para os desenhos estratégicos (ferramentas como CANVAS, PDCA, BSC,) de como as tecnologias poderão impactar o negócio, quais os processos poderão ser estruturados.

O Negócio do futuro é do tamanho do impacto na sociedade e na possibilidade de estar aberto às mudanças, disruptivo, “reestruturável”, sustentável e assim planificar e alcançar o objetivo corporativo.

Todas as empresas estão sob a mira do sucesso e do fracasso, sob o risco de desaparecerem mesmo com o avanço tecnológico, a tecnologia é mais uma ferramenta veloz e que deve ser usada para servir de gestor da informação e do conhecimento corporativo, o sucesso delas no seu negócio é proporcional ao seu uso e ao entendimento de sua performance, compreendendo a amplitude de sua implantação e treinamento sistemático de sua equipe.

Pouco importa se o seu negócio é grande ou pequeno, seus clientes lembrarão das experiências que tiveram e estas experiências ficarão registradas na memória organizacional da empresa, e são estes dados que se transformam em informação e em resultados.

O que move o mundo hoje é a tecnologia, sua empresa está preparada para competir com concorrentes do mundo digital?

A inovação que tanto falamos está na qualificação dos seus processos, na maneira como você reduz os danos na sociedade e no ambiente, como seu negócio é comprometido com qualidade, sem pensar em lucratividade, mas em rentabilidade, responsabilidade.

A Inovação tecnológica não veio para substituir pessoas, vem paraauxiliar a desvendar o mundo através da informação que geramos dentro do nosso negócio, e nos oferece na medida exata a oportunidade de desenvolvimento, de geração de novos produtos, novos serviços, novos negócios, novos métodos, e a formação de pessoas. Os dados estruturados dentro de nossa organização são capazes de abrir os olhos para um mundo de melhoria, crescimento e riqueza.

Melhorar o nosso negócio é contribuir para uma sociedade melhor, justa e potencialmente inteligente.

Somente pela gestão do Conhecimento e da Informação seremos capazes de acompanhar e nos tornarmos competitivos neste novo mundo.

Prepare as Pessoas, conheça os Processos e Estruture a Informação assim você nem entrará no labirinto.

 

 

*Ruth Dornelles é administradora hospitalar especialista em Informação e Tecnologia em Saúde, Auditora Administrativa, sócia diretora da Saudebrasil, Diretora Administrativa da SE – Soluções Empresariais e Consultora Sebrae no Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *