Temer, O estadista

Rede Social

Lula já se achava o cara (desculpem, Obama também poderia se enganar!) mais honesto deste país, o que foi um disparate sem igual. Lula chegou a se dizer um estadista e quis comparar-se a Getúlio Vargas (até superá-lo!!). Um chiste de tamanho incomensurável. Vide o mensalão do seu Governo e o desastre com as denúncias fundadas no Governo do seu partido.

Agora, o “novo” Presidente quer superar a megalomania lulista. E eu acredito que vá. Porque as reformas que ele quer introduzir no país são realmente fenômenos para os anais da história. Vamos pelas declarações do seu Governo. Que, aliás, não é dele, Presidente (porque nem voz tem, é apenas um bonifrates), é do seu “primeiro ministro” Meireles e das forças que pretendem se locupletar com as reformas.

Diz o Governo que as reformas vão cortar privilégios dos que trabalham pouco, ganham muito e se aposentam cedo. Este é o fulcro propalador das reformas do Governo do senhor Temer. Eles querem que o povo acredite nisso. Estou entre o povo. Então vejamos como eu posso acreditar nisso. O que as reformas farão?

Vou na esteira investigativa de um certo personagem televisivo desafiador de colocações professorais.

a) O Presidente deste país ganha muita grana pelo seu trabalho, se aposenta com poucos anos de mandato, levando um oceano de dinheiro para o resto da vida. Uma aposentadoria de nababo, com pouquíssimo tempo de trabalho e com os maiores privilégios; b) os Governadores dos Estados têm vencimentos altíssimos, se aposentam com pouquíssimos anos de trabalho, levando muito dinheiro para o resto da vida e com todos os privilégios possíveis; c) os parlamentares ganham rios de dinheiro, têm infindáveis e incontáveis privilégios, se aposentam com pouco tempo de trabalho, levando para todo o sempre uma aposentadoria enorme.

A pergunta mais simples é: as reformas cortam todas essas anomalias, os privilégios desses aí, que realmente “trabalham pouco, ganham muito e se aposentam cedo”? Se não tem isso nas reformas, então, como diz o humorista, é hora de parar com essa chorumela! As reformas são uma balela.

Mas… Se as reformas incluírem isso, e assim o Governo fizer a reforma, o senhor Presidente poderá ser considerado o maior estadista, um estadista como não houve nunca antes na história deste país. Mas acredito que este Governo já poderia se inscrever na próxima edição do festival de Nova Bréscia, cantando lá as suas vantagens. Será aplaudido e sairá como o grande vencedor.

– X – X – X –

Aparte  O senhor Meireles bate no bordão vazio de que, sem a reforma DA PREVIDÊNCIA tudo será um fracasso. Será? Mas para onde vai o dinheiro destinado à Previdência? E quanto dinheiro que deveria ir para lá e não vai, para onde vai e por que vai para onde vai e não vai para onde deveria ir? Essa explicação ainda não se ouviu do senhor Ministro. Os que serão atingidos pela “reforma” que o governo quer impor estão esperando essa explanação, para aferir se é possível confiar na sinceridade ministerial. Virá?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *