Cabanha Isnil doa reprodutor ovino da raça Crioula para o IFFar Campus Alegrete

Rede Social
Jorge Dias e Carlos juntamente com o sr. Isnard, na retirada do reprodutor na Cabanha Isnil em Taquara

A partir Portfólio de Parceiros do Grupo de Pesquisa e Extensão em Ruminantes (GPER) do Instituto Federal Farroupilha Campus Alegrete, mais uma parceria foi efetivada neste março de 2018. Desta vez, a Cabanha Isnil, localizada em Taquara (RS), passa a integrar o grupo das marcas parceiras nas ações desenvolvidas no Laboratório de Ensino, Pesquisa, Extensão e Produção de ovinos da instituição. Atualmente, a Cabanha Isnil configura-se como uma respeitada referência na criação e seleção de ovinos Crioulos.

Diante da demanda de um novo reprodutor para a utilização na próxima estação de monta junto às matrizes do plantel da instituição, a Cabanha Isnil doou um carneiro puro de origem da raça. Detentores do casal grande campeão da raça Crioula da Expointer 2017, os criadores Ilda e Isnard Silveira disponibilizaram para o campus o macho “Sobrado Branco 110A”, simplesmente o pai do grande campeão e da grande campeã da consagrada exposição de Esteio do ano passado. A intermediação foi realizada desde setembro de 2017, através do médico veterinário Eduardo Amato Bernhard, jurado e amigo da raça Crioula.

O reprodutor desembarcou na última semana no Instituto Federal Farroupilha Campus Alegrete, onde foi recebido com entusiasmo pelos colaboradores membros do GPER. O animal será utilizado nos próximos dias para a multiplicação e melhoramento do plantel, que teve origem a partir de parcerias anteriormente firmadas com a Embrapa Pecuária Sul e o Grupo Pitangueira. De acordo com o coordenador do GPER, o Prof. Emmanuel Camargo, “Estas parcerias estabelecidas pelo grupo permitem driblarmos as dificuldades orçamentárias e ao mesmo tempo tornam possíveis a concretização das ações de ensino, produção, pesquisa, extensão e fomento, visando o fortalecimento da ovinocultura e o desenvolvimento prático e científico dos alunos que estão envolvidos diariamente com as atividades junto ao rebanho ovino”.

A ovelha Crioula

A raça ovina Crioula é considerada local, com origem nos rebanhos introduzidos pelos Jesuítas no Rio Grande do Sul, durante o século XVII e do cruzamento com outras raças importadas a partir da colonização portuguesa. Possui boa adaptabilidade ao ambiente natural em função de sua rusticidade e baixo nível de assistência de manejo para a produção. Por ser um importante recurso genético para a exploração da agricultura familiar ou mesmo pelo agronegócio intensivo, devido ao seu potencial de produção de pele, lã naturalmente colorida e carne, tem sido alvo de estudos realizados por instituições como Embrapa e Instituto Federal Farroupilha.

O GPER agradece imensamente à Cabanha Isnil através de seus proprietários Ilda e Isnard Silveira, pelo apoio e pelo espírito colaborativo, ensejando votos de otimismo frente à parceria firmada. “Nossa missão de seguirmos em frente em nossos propósitos com muito entusiasmo e comprometimento é a melhor forma de retribuirmos a confiança e o apoio de nossos parceiros” finaliza o Prof. Emmanuel Camargo.

Prof. Otacílio Motta, Prof. Emmanuel Camargo, Jorge Dias e o Zoot. Nathã Carvalho, receberam o reprodutor Sobrado Branco 110A
O reprodutor Sobrado Branco 110A, novo pai de cabanha do plantel de ovinos Crioulos do IFFar, já nas instalações do campus

 

Texto: Nathã Carvalho e Diogo Bísio – Grupo de Pesquisa e Extensão em Ruminantes (GPER)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *