Santa Casa prevê inauguração da Escola Técnica para o segundo semestre deste ano

Rede Social

O município de Alegrete será sede do primeiro hospital a ter uma Escola Técnica de Ensino na Fronteira Oeste. Com 145 anos de história, a Santa Casa investe pesado para inaugurar no segundo semestre deste ano sua escola técnica. A obra já está em processo final de alvenaria. A escola é um modelo pioneiro na região que deve agregar formação profissional de qualidade às necessidades do setor da saúde na região oeste do estado. A nova escola terá como principal finalidade formar técnicos em áreas específicas para atuação no setor da saúde. Segundo a diretora operacional da Santa Casa, Tailise Silva Ribeiro Lemos, há mais de dois anos que o hospital vem trabalhando pela implantação da escola. Após vistorias e inspeções da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, o hospital segue com os trâmites burocráticos formais necessários para dar o prosseguimento legal para a constituição da escola. “Estamos cumprindo com todas as exigências e requisitos necessários. O que atrapalhou um pouco o andamento da documentação, foi o período de recesso que contemplou os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, passando pelo Carnaval. Agora tudo está voltando ao normal. Estamos fazendo as coisas bem feitas, pois de nada adianta colocar algo a funcionar por funcionar ou ter que parar lá na frente como temos centenas de exemplos. Aqui será um espaço para formar pessoas e produzir conteúdo que possa ser utilizado não só na rede de saúde, mas em outros espaços que necessitem de profissionais qualificados. Já estamos realizando a ampliação de estruturas físicas, mas acredito que a formação é o principal elemento para a estruturação da saúde”, avalia.

Já a coordenadora de ensino do Núcleo Psicopedagógico Institucional (NPI), professora Rosane Bruno Brum, ressalta que outro ponto importante é a relevância social da escola, pois dará condições dos profissionais competirem no mercado de trabalho. “Nosso município é uma das principais referências no setor de saúde do interior do Estado. Uma das principais preocupações é a qualificação e a formação técnica de qualidade colocada à margem do processo de formação”, avalia Rosane. Ela lembra que após a liberação da Coordenadoria Estadual de Educação, haverá o Edital de Publicação para as inscrições dos candidatos, Processo Seletivo em duas etapas, sendo elas a 1ª etapa como classificatória e a 2ª etapa eliminatória e posteriormente o período de matrícula dos candidatos aptos no processo seletivo. Somente depois de vencidas essas etapas começará o primeiro período letivo na Escola Técnica da Santa Casa. “Queremos dar uma satisfação à comunidade, a grande expectativa do curso também é nossa enquanto empreendedores da educação/saúde, os prazos infelizmente não são somente definidos por nós, pois envolvem questões legais, de cunho burocrático, e setores públicos que avaliam e deferem a legalização do processo, sendo assim saibam que o compromisso assumido com a população segue em trâmite legal, obedecendo todas as etapas e o sonho está cada vez mais próximo de se tornar realidade, iniciaremos a primeira turma com o Curso Técnico em Enfermagem, mas temos projetos de outros cursos técnicos na área da saúde. Enquanto isso, convidamos a todos para participarem dos cursos promovidos pelo nosso Núcleo Psicopedagógico Institucional (NPI) como o de Cuidador da Pessoa Idosa, que são referência no mercado de trabalho. E em breve a segunda turma do Curso de Recepcionista”, convida a coordenadora.

A obra da Escola Técnica da Santa Casa contemplará salas de aula, auditório com capacidade para 100 pessoas, laboratórios, área administrativa, informática, biblioteca, diretoria, sanitários, cafeteria, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *