Na Mira: Rap City, Vereador Mirim, espaço regimental para divulgar o mês do Livro e da Leitura, roda de conversa no CC, Biju e Ascânio Vilaverde Moura

Rede Social

OS LIVROS E A LEITURA
Os livros e a leitura invadiram a Câmara Municipal na manhã de hoje, quando a bibliotecária Aliriane Almeida, da Biblioteca Mario Quintana, do Centro Cultural, e Dom Quixote de la Mancha, antológico personagem de Miguel de Cervantes, incorporado pela ativista cultural Tatiane Quintana, ocuparam o espaço regimental para divulgar o Mês do Livro e da Leitura.
A proposição foi do nosso Gabinete. Protocolamos também na Casa um projeto de lei criando a Semana Municipal do Livro e da Leitura, de 18 a 24 de abril, concomitantemente à Semana Estadual, comemorada em idêntico período.

 

Roda de conversa sobre o Rap e a poesia marginal, na Biblioteca Mário Quintana, atividade que integra a Semana Municipal do Livro e da Leitura.

 

 

O Alegrete Rap City inaugurou uma nova fase em sua IV edição. Um salve à rapaziada que tá no corre e me ensinando muito ao permitir que eu siga junto a estrada.

Um salve também à Preta Castro Mulazzani por mais uma vez ter emprestado prestígio com sua presença. Ganhou camiseta e tudo!

Amanhã vamos postar um álbum completo com ótimos registros de toda a função!

Quem quiser entender, que entenda. Basta querer.
As fotos do Brunno Lazzarotto Piccoli falam.

  

 

 

Diz que é cria do Alegrete mas nunca ouviu o piston do Biju!
Salve, salve, mestre!
Minha admiração e meu afeto te acompanham!

 

 

LUIZA, A VEREADORA
A inteligente e articulada Luiza Campos Velasque Figueiredo foi a representante do nosso Gabinete na sessão especial Vereador Mirim. Aluna da Escola Honório Lemes, expôs com brilho as suas reivindicações. Estava acompanhada pela professora Marione Jaques, minha amiga e ex-colega de SEC, orgulhosa da nossa representante. O Gabinete as presenteou com duas belas obras, que retratam o universo cultural do Brasil e do Rio Grande, respectivamente

 

Quando um dos nossos se vai, leva junto um pedacinho da gente. Mas quando é um gigante como o Ascânio deixa muito mais. Esse cara deixa um legado inestimável. Vai ao encontro dos bons, com certeza. Ficam exemplos e saudades.

José Ascânio Vilaverde Moura, engenheiro, empresário, ativista cultural, um dos idealizadores da Confraria Praça Nova, espécie de padrinho generoso da Vila Piola, escritor, socialista convicto e colorado apaixonado, nos deixou na tarde de quarta-feira (11).
Meu abraço comovido e sincero à sua mãe, a fantástica Jandira Vilaverde Moura, à querida e valente Rita, sua esposa, e aos filhos Rafael e Lucas, talentosos amigos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *