Sindicatos e movimentos sociais promovem Ato Público contra a Intervenção Militar

Rede Social

 

A fria manhã de quarta-feira (6) não impediu que dezenas de alegretenses ocupassem a Esquina Democrática, esquina do Calçadão com a Praça Getúlio Vargas, para uma contundente manifestação contra a Intervenção Militar, defendida por grupos extremistas em diversos pontos do País.

A atividade denominada Ato Público Contra a Intervenção Militar e pela Defesa da Democracia iniciou com uma Aula Aberta sobre o Golpe de 1964, ministrada pelo professor de História Diego Braga. Na sequência, representantes sindicais e da classe política manifestaram-se.

O Ato Público encerrou ao som da música de  “Como Nossos Pais”, interpretada pelo jovem João Pedro Teixeira.

Fotos: Naiane Albuquerque, Dudu Reffatti, Ana Luiza Vargas e Cláudio Marquiori

Ana Marta, do Cpers
Preta Mulazzani
Contra a intervenção militar
Leonardo Rodrigues, da UJC
Professor Diego Braga
Vereador Paulo Berquó (PT)
João Pedro Teixeira
Enfrentando o frio
Professor Anderson Correa
João Pedro, do Stema
Um grande número de pessoas somou forças
Professor José Ernesto Grisa
Vereador Anilton Oliveira (PT)
Cristina Gonçalves
Professor Bolivar Marini

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *