Alegrete: Manifestantes rejeitam a Reforma da Previdência

No Dia Nacional da Luta contra a Reforma da Previdência, em Alegrete também teve ato e  mobilização. “A Reforma irá acabar com a sua aposentadoria”, repetiam os manifestantes.

Representantes sindicais, lideranças políticas e ativistas reuniram-se na esquina do Calçadão com a Praça Getúlio Vargas. “Se o povo não reagir, ninguém irá se aposentar tão cedo. A verdade é essa. Professores, trabalhadores rurais, trabalhadoras, serão os maiores prejudicados”.

Dia 22 é o começo das manifestações no Brasil todo e uma série de atos serão realizados.

Em Alegrete, houve panfletagem, com várias entidades, sindicatos, coletivos e movimentos sociais.

Compartilhamento: